sexta-feira, setembro 07, 2007

carta aberta ao primeiro-ministro

Demasiada letra
50 anos da Reserva Ornitológica de Mindelo

Parabéns Sr. Primeiro-Ministro! Ontem fez 50 anos e por isso escrevi esta carta aberta. A felicitá-lo. E a lembrar (sim, nisto sou um bocado chato) que a Reserva Ornitológica de Mindelo também fez 50 anos, uns dias mais cedo, mais precisamente no dia 2 de Setembro. Durante 24 horas seguidas os Amigos do Mindelo estiveram com a ROM: acampamento, passeio nocturno, acções de limpeza, picnic, prova de orientação... Com a participação do Centro Juvenil de Campanhã, da Junta de Freguesia de Mindelo, da associação Terra Viva e do Clube de Orientação do Minho.

No dia seguinte, como em todos os dias, prosseguimos os trabalhos de requalificação da Reserva, transformando-a, passo a passo, num espaço mais atractivo, concretizando um movimento de cidadãos único no país pela sua determinação e continuidade.

O "silêncio" da Câmara Municipal de Vila do Conde e do Instituto de Conservação da Natureza e Biodiversidade (ICNB), que tinham anunciado o novo estatuto de área de paisagem protegida para esta data, é por demais ensurdecedor. Continua o permanente adiar de uma decisão que é urgente, que é preciso transformar em iniciativas concretas no terreno e não meras declarações para os jornalistas. É preciso, como a associação alertou por várias vezes, informar a população e envolver os proprietários. Inclusivamente a nova proposta de área protegida não foi discutida na Assembleia Municipal, conforme requerido pelo ICNB.

Lembramo-nos que 20 anos atrás, em 1987, foi apresentado pela Comissão de Coordenação da Região do Norte o "Plano Preliminar da Área de Paisagem Protegida do Mindelo - Vila do Conde", como reacção a um "estudo urbanístico" aprovado pela Câmara Municipal uns anos antes e que iria fazer desaparecer a ROM (nas palavras do seu fundador, o Prof. Santos Júnior). Felizmente o loteamento nunca foi concretizado, mas a nova área protegida também não. Numa conversa franca com o promotor imobiliário e patrocinador de campanhas políticas, ele confessava-me que o erro dele foi apresentar um grande projecto e não ir avançando com as casas reserva adentro, aos poucos, como outros faziam com sucesso. Afinal, eram cerca de 1500 habitações turísticas, dezenas de campos de ténis, oito piscinas e pelo menos um hotel. É, isso chamou um bocado a atenção... Disse-me também que o projecto não está no caixote do lixo, mas na gaveta, à espera de melhores dias. Disse-me que tem tempo para esperar... Mas nós também!


Projecto de autoria do Arq. Nuno Portas, para a empresa Sanfins e Pinho, Lda. (1983): “se o problema dos passarinhos fosse sério tê-lo-ia levado a sério”

Será que desta vez a ROM verá o seu novo estatuto aprovado? Ou eternamente adiado? Irá transformar-se num espaço de promoção de actividades económicas sustentáveis, turismo e lazer, e de uma actividade educativa e científica em meio natural? Ou ficará como problema que nos envergonha a todos, como referiu o presidente da Câmara?

O conceito de Desenvolvimento Sustentável foi globalizado 20 anos atrás, também em 1987, através do relatório "o nosso futuro comum" das Nações Unidas.
Fica o apelo para que a ROM e o Desenvolvimento Sustentável deixem de ser apenas letra morta, ou demasiada letra. O tempo para decidir está a esgotar-se.

Sr. Primeiro-Ministro, a ROM e os cidadãos de Vila do Conde merecem uma prenda.

(publicada no jornal O Primeiro de Janeiro)

4 comentários:

Rita disse...

O submundo do GEA tem saídas para sítios muito interessantes :P eheheheh. Estive a ver as fotos do Mindelo e mesmo sem ainda lá ter posto os pés, acho que ele já ganhou uma amiga. Já devias ter perguntado o que se faz para levar isso a zona de reserva o mais rapidamente possível (entretanto já descobriste o que *não* fazemos, que é esperar por apoios do ICN)...havemos de falar... sei de uns biólogos que vão delirar com esse sítio.

seforis disse...

^.^

marenostrumforever disse...

Parabéns pelo feliz aniversário.

rouxinol de Bernardim disse...

Já ? 50 anos?

Que a passarada se sinta feliz... e sem recear as ameaças da Al-Qaeda (hoje são 11/9/2007) são os votos deste rouxinol que mesmo de férias está atento aos problemas da "classe"...