quinta-feira, abril 05, 2007

amigos de arvore II

aqui falamos deles, mas nunca é demais, ora então vejamos:





























4 comentários:

cristin@ disse...

OBRIGADA "Amigos das Árvores" ;o)

rouxinol de Bernardim disse...

Amigos das Árvores eu sou. Mas também de Árvore. Daí:

Árvore, de raízes bem antigas,
De grande porte e ramos bem frondosos,
De pessoas simpáticas, amigas,
De corações abertos, generosos.

Na Areia, no verão, o mar sorri,
Dulcifica e refresca, prazenteiro,
No parque de campismo sempre vi
Culto da Natureza por inteiro.

O sol aquece e vai dando outro ar
Juvenil; cada qual o que mais berra,
Roidos de saudade e amor à terra.

Ar puro, maresia, liberdade,
Três coisas que aqui há em profusão,
Como é deliciosa esta trindade,
Como ela nos faz bem ao coração!

cristin@ disse...

E a juntar à árvore de raízes bem antigas, às pessoas simpáticas e amigas, ao mar que refresca, ao sol que aquece, ao ar puro, à maresia e à liberdade...nada melhor que o cantar de um rouxinol :o)

seforis disse...

Dirá assim muito mais a "Árvore". Desse modo se fará escutar até que alguém perceba onde encontrar a resposta :-)