quinta-feira, abril 26, 2007

a encher chouriços...


ainda a reuniao do grupo de trabalho. como nao conseguimos acesso à acta oficial, cá vai uma alternativa, de autoria de (fácil descobrir) e ligeiramente censurada, por mim :|

"Aos três dias do Mês de Abril do ano da graça de dois mil e sete, reuniu-se na Câmara Municipal de Vila do Conde, em Vila do Conde, Portugal o grupo de acompanhamento da ROM. Nesta reunião estavam presentes o presidente da Câmara de Vila do Conde Mário Almeida, o vereador Víctor Costa, o Vice-Presidente do ICN, o amiguinho dele que não sei o nome, João Honrado da FCUP, Teresa Andresen também da FCUP (que chegou atrasada por causa da semana santa em Braga), o presidente da Junta de Labruge, o Presidente da Junta de Árvore, o Sr.Benjamim (dono do Café-Restaurante Estaleiro em Vila Chã), um representante da junta de Mindelo, Miguel Torres (dos Amigos do Mindelo e escritor de actas), Paula Duarte (gaja fixe dos Amigos do Mindelo), o Filipe de Árvore (gajo fixe dos Amigos do Mindelo) e o Engº Luis Oliveira (homem que mais manda na Câmara segundo o Mário Almeida).

A reunião começou com um pedido de Mário Almeida a João Honrado para que enchesse chouriços enquanto Teresa Andresen não chegada, tarefa essa que foi cumprida com bastante qualidade. Depois de ter enchido 3 chouriços, 2 morcelas e 4 alheiras, chegou Teresa Andresen com um mapa em A0 com a delimitação da Área Protegida de Mindelo. Esta tomou imediatamente a palavra dizendo as linhas erais do projecto, algo que não seria novo para quem leu a proposta.

O Vice-Presidente do ICN disse que em principio não existiriam grandes entraves à sua aceitação, faltando limar algumas arestas, a mais importante seria a questão do nome, já que numas propostas aparecia Mindelo e noutra litoral sul de Vila do Conde. A partir daí só se falou do nome. Mário Almeida referiu a carta impertigada do dono do Café Estaleiro que se a área fosse apenas Mindelo então ela que fosse dar a volta que não entrava em Vila Chã. Teresa Andresen referiu o nome Mindelo como um dos factos marcantes da História da defesa do património natural mas compreendeu que era mais necessário evitar polémicas. A junta de Mindelo não colocou entraves a um nome como Paisagem Protegida de Vila do Conde e João Honrado quis acrescentar a palavra litoral.O vice-presidente do ICN elogiou as iniciais PPLVC que seriam melhores que PPVC.

Quando o presidente ia dar por terminada a reunião Miguel Torres interpelou a equipa da FCUP sobre a abrangência da proposta. Referiu que a proposta iria sem dúvida defender o património natural mas não iria estruturar o território. Os 2 mecanismos estruturantes do território são as vias e a estrutura ecológica e que neste caso a estrutura ecologica resumia-se à frente marítima e não a corredores pelo interior. A equipa da FCUP concordou com a ideia mas referiu que este foi o consenso a que se pode chegar, sendo o mais importante salvaguardar a área escolhida. A partir daqui será possivel em revisão do pdm assegurar uma estrutura ecológica que permita estrutural o território. O presidente da Câmara de Labruge disse que era tudo muito bonito mas o que ia ser o grande problema do mundo no futuro era a energia e isto não irá resolver o problema da energia no mundo. Toda a gente concordou que se perdeu uma grande oportunidade para resolver o problema energético no planeta com esta reunião.

No final Víctor Costa perguntou a Miguel Torres e Paula Duarte se tinham gostado do que ouviram e disse que foi a solução possível e que agora há muito a fazer mas que podem contar sempre com ele para falar. Ambos disseram que também estariam sempre dispostos a dialogar. Depois o vereador, amável, convidou-os a sair da sala juntamente com os presidentes de junta já que aí iria ocorrer uma conferência de imprensa. Mal os pôs cá fora entraram os jornalistas!

Está tudo dito!"

5 comentários:

seforis disse...

Bem :-))) sei que não é para rir mas os gajos estão mesmo a brincar convosco e depois tu brincas com isso melhor do que ninguém :-)

siX disse...

ahahahaha... acredito mesmo q as reuniões sejam assim mesmo, apensar no futuro energético do planeta e arredores... :-)

MT disse...

eu sei quem escreveu isso...

bravosdomindelo disse...

deixa-me adivinhar, foi o fantastico "escritor de actas" :))

seforis disse...

Quem será o génio? Será que as imagina nas suas habituais caminhadas?