segunda-feira, maio 14, 2007

até sempre rouxinol!



Os chilreios são aviso
Alarme premonitório:
Preservem o paraíso
Não criem um purgatório...

A reserva ornitológica
Precisa de protecção;
Dar as mãos, é a mais lógica
Arma anti-destruição!

Natureza tem razões
Que a construção bem conhece,
A ambição... não tem travões
E o acidente acontece!...

Mindelo nos arrebata
Com paisagem sedutora,
Tem força, tem alma a mata...
Com passarada canora...

Temos que, na consciência,
De todo o bom cidadão,
Meter a mão da prudência
E... tirar a conclusão!

Há que usar pedagogia
Impor o império da lei...
Palavra democracia
Seja a vontade da Grei!

É milenar tradição
Virem cá nidificar
As aves de arribação
Será "crime"!... isto "abortar"!

Destruír a Natureza
Património divinal
É pecado, com certeza,
E... pecado bem mortal!...

Rouxinol de Bernardim


acabou... assim, de repente... e deixa muita pena. nem tempo sequer tive para agradecer esta maravilha de texto, aqui no original. Obrigado rouxinol!!! Até sempre...

"Não tardou muito que, estando eu assi cuidando, sobre um verde ramo que por cima da ágoa se estendia se veo apousentar um roussinol, e começou tão docemente cantar que de todo me levou após si o meu sentido de ouvir. E ele cada vez crecia mais em seus queixumes, cada hora parecia que como cansado queria acabar, senão quando tornava como que começava então. A triste da avezinha que, estando‑se assi queixando, não sei como, caio morta sobre a ágoa, e caindo por entre as ramas, muitas folhas caíram também com ela! pareçeo aquilo sinal de pesar àquele arvoredo seu caso tão desestrado. Levava‑a após si a ágoa e as folhas após ela. Quisera‑a eu tomar, mas por a corrente que ali fazia grande, e por o mato que dali para baixo acerca do rio logo estava, prestesmente se me alongou da vista. Mas o coração me doeu tanto então em ver tão asinha morto quem antes, tão pouco havia, que vira estar cantando, que não pude ter as lágrimas." de Menina e Moça de Bernardim Ribeiro, encontrado aqui

1 comentário:

seforis disse...

É sempre com grande tristeza que vemos partir aqueles que tanto gostamos...e este canto parece que se foi. Felicidades para ele e que voe para onde puder encantar com a sua natural beleza. Abraço rouxinol!